Dôra Araújo e suas Pequenas Esculturas de Usar




Dôra Araújo é artista visual, fotógrafa, designer gráfica, crochet wear designer e sempre teve verdadeiro fascínio pela floração de qualquer espécie. 
A partir do instante em que começou a cultivar um pequeno jardim, há quase quatro anos atrás, coincidentemente a mesma época em que voltou a fazer crochê - técnica que lhe foi ensinada pela sua mãe quando tinha nove anos de idade, e foi invadida pela necessidade de criar uma nova narrativa poética na qual pudesse reafirmar seu encantamento.

Para realizar o que idealizava, estudou o crochê, aprofundou-se na técnica, e neste processo teceu muitas peças de vestuário feminino que culminou com o lançamento de uma coleção de roupas de banho no verão de 2014, "Aurora". 

Já em 2006, realizou o projeto digital "Vou criar um jardim pra viver porque este mundo anda muito estranho", que se fundamentava em "plantar" uma flor a cada dia no site e disponibilizar para downloads mudas destas plantas: ilustrações (papéis de parede) criadas a partir das flores plantadas.




Mas criar é este infinito que vai se descortinando à medida em que se devaneia, porque são muitas as ideias que se impõem entre a semente e o fruto. É aí que estão as flores, pequenos milagres que carregam em si a memória uterina que se expande para projetar a potência de vida que encerra, o que a faz lembrar Gaston Bachelar, em A Poética do Espaço: "Quem aceita os pequenos espantos prepara-se para imaginar os grandes.", e esta coleção de acessórios, PEQUENAS ESCULTURAS DE USAR, inspirada na belíssima e complexa estrutura das flores de maracujá, é um fragmento mínimo da visagem desta artista completa diante dos "pequenos espantos". 

Link de fotos e contato para vendas: https://instagram.com/doraaraujo.art.br/